Mensagem: Encha-se de Esperança.

Bendito o homem que confia no Senhor e cuja ESPERANÇA é o Senhor (Jr 17.7).

Dizem que a esperança é a última que morre! Mas se realmente a nossa esperança morrer, o que nos resta? Segundo o que a Bíblia nos mostra, a esperança não morre jamais. A mensagem de hoje nos ensina que por meio da fé em Jesus Cristo temos PAZ, ESPERANÇA com Deus.

news-365x235Todo final de ano, é normal às pessoas fazerem um balanço de como foi o seu ano e projetar novos planos para o ano seguinte.

O livro de Eclesiastes é uma espécie de balanço, que rei Salomão fez da sua vida. Após uma longa vida em que teve sabedoria, riquezas e poder, o filho do rei Davi conclui que o significado de tudo está em Deus e na comunhão com Ele. Fora disso, ele afirma que sem Deus, tudo é “Vaidade”.

“Aborreci a vida, pois me foi cansativa a obra que se faz debaixo do sol; sim, tudo é vaidade, é  correr atrás do vento.” (Ec 2.17)

A palavra vaidade, neste contexto, não significa autoidolatria, ou autoadmiração, mas sim inutilidade, sem valor, ou vazio. Salomão não estava a ser cínico acerca da vida, ele estava a tentar entender o significado dela. O homem dito o mais sábio de todos os tempos, usa a palavra “vaidade” 33 vezes, para expressar o vazio de uma vida sem Deus.

Contudo, a insatisfação do rei Salomão estava ligada a natureza fugaz de todas as coisas (Ec 1.2), incluindo as coisas boas; para ele, não passavam de aflição de espírito (Ec 1.14).

Outra expressão usada muitas vezes neste livro é: “debaixo do sol”, (29 vezes). Isto é para distinguir o que está ligado a esta terra e limitado pelo tempo, do que é eterno e celestial. A busca de Salomão pela verdade leva-o a experimentar todos os prazeres e ambições da vida. Ele alcançou fama pela sua sabedoria e conhecimento, construiu um grande templo e fez muitas obras públicas. Foi o homem mais rico do mundo, teve mais de 1000 esposas e concubinas, e foi o rei mais poderoso do seu tempo.

Ele alcançou aquilo que todos os homens apenas sonham alcançar, contudo viu que tudo era inútil e “desejo vão” (Eclesiastes 1:14). Ele descobriu que embora muitas coisas tenham um valor temporário na terra e não sejam más por si mesmas, quando comparadas com a eternidade, elas são “vaidade” (inúteis).

“Cheguei ao ponto de me desesperar por causa de todo o trabalho em que tanto me esforcei debaixo do sol. Pois um homem pode realizar o seu trabalho com sabedoria, conhecimento e habilidade, mas terá que deixar tudo o que possui como herança para alguém que não se esforçou por aquilo. Isso também é um absurdo e uma grande injustiça”. (Ec 2:20,21)

A conclusão, “tudo é vaidade, não é para dizer que não há esperança em nada, mas para mostrar que nunca estaremos totalmente satisfeitos ou realizados com as coisas desta vida. Tudo que conquistarmos aqui, ficará para o nosso sucessor. Ou seja, alguém tomará conta de tudo que levamos anos para adquirir.  Observa-se, então, que uma sensação de tristeza perpassa esta parte do livro, pois concluímos que nada do que obtemos nesta vida pode ser levado para a eternidade.

“Durante toda a sua vida, seu trabalho não passa de dor e tristeza; mesmo à noite a sua mente não descansa. Isso também é absurdo. Para o homem não existe nada melhor do que comer, beber e encontrar prazer em seu trabalho. E vi que isso também vem da mão de Deus”. (Eclesiastes 2:23,24)

Nós vivemos num mundo caído, e até que o Senhor venha, ou até que venhamos conhecê-lo como o nosso Senhor, provedor, e amigo, todo o resto é vaidade, trabalhamos em vão!

Para escapar às “vaidades” ou vazio da vida, nós temos que conhecer o criador da vida. Conhecer a Deus é amá-lo. Ao fim da sua vida, Salomão entendeu que “Ao homem que o agrada, Deus recompensa com sabedoria, conhecimento e felicidade. Quanto ao pecador, Deus o encarrega de ajuntar e armazenar riquezas para entregá-las a quem o agrada. Isso também é inútil, é correr atrás do vento”.(Ec 2.26)

Deus quer nos mostrar por meio da sua Palavra que podemos ter a certeza de que, mesmo passando por momentos difíceis, o Senhor é maior do que qualquer problema. E é para essa compreensão que a ESPERANÇA quer nos levar. Crer que em qualquer situação da nossa vida teremos um Deus que estará ao nosso lado para suportar conosco sejam quais forem as nossas dificuldades. Viver sem Deus não é o problema, o problema é você morrer sem Ele! Somente Ele nos garante vida eterna e Esperança.

Jeremias, conhecido como o profeta chorão, em suas lamentações, fala dos pecados e desolações que atingem o povo. Ele chega a um ponto tal que sua única declaração não poderia ser outra se não esta que temos como tema hoje. Quero trazer à memória aquilo que me pode dar esperança”. (Lamentações 3:21)

Se pudéssemos colocar em um papel todas as coisas que Deus já fez em toda nossa vida, com certeza gastaríamos muitas e muitas folhas para narrar todas as vezes que o Senhor se prontificou a nos ajudar e agir soberanamente sobre nossa vida.

Às vezes questionamos a vida e até mesmo a Deus quando passamos por certas situações difíceis, mas como o texto de hoje nos afirma: tribulação -> perseverança -> experiência -> esperança. E é esta ESPERANÇA que nos sustentará, vivendo confiantes de que o nosso Pai estará conosco em todos os momentos.

Amigo leitor, as coisas debaixo do sol roubam a nossa esperança, o nosso tempo com as pessoas que amamos, roubam a nossa vida, a nossa paz. Lembre-se de onde o Senhor nos tirou, os livramentos, as curas… Renove-se de Esperança! Há três coisas que o Senhor não nos deixará faltar: Fé, Esperança e Amor. Que essas coisas não se apaguem da nossa mente. Se tivermos Fé, então venceremos! Feliz é aquele que deposita a sua ESPERANÇA no Senhor. Ele cuidará de nós.

Amém!

Tita Batista.

The following two tabs change content below.
EquipeWeb

EquipeWeb

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>